Cidadania Britânica

Cidadania Britânica
Compartilhe

Se você entrou neste link para saber mais informações sobre como obter sua cidadania britânica, saiba que você está no local correto. Aqui, você irá saber sobre como você pode ser um portador deste documento e sobre como a Fast Translation poderá ser útil a você.

O Reino Unido é um dos lugares com o maior número de intercambistas no mundo, já que uma nova cultura e boas faculdades, como a Universidade de Cambridge e a Universidade de Oxford, fazem parte das particularidades que levaram inúmeros brasileiros à região. Além disso, o inglês também é o idioma predominante na região, sendo a língua mais falada no mundo.

Uma mudança na lei em 2019 beneficiou muitos estudantes de outros países, que, a partir desse momento, podem permanecer em terras britânicas por mais 2 anos após a conclusão da graduação, para procurar emprego. A Inglaterra também é o destino certo para quem busca qualidade de vida, uma vez que possui características ideais para futuros imigrantes.

Diferença entre ingleses e britânicos

Os ingleses são aqueles que vivem na Inglaterra, cuja capital é Londres, local de residência da família real. Esse país ainda é considerado a capital do Reino Unido, já que é o principal país da região.

Já a Grã-Bretanha é uma ilha localizada na Europa que reúne 3 países: Inglaterra, Escócia e País de Gales. Por fim, ainda existe o Reino Unido, que abriga esses três países mais a Irlanda do Norte localizada em uma outra ilha próxima.

Quem tem direito à cidadania britânica?

Todas as nacionalidades são aptas para requererem a cidadania britânica, no entanto elas precisam se enquadrar nas exigências da nação. Por conta disso, é preciso se encaixar em alguma das seguintes modalidades.

Cidadania Britânica  por Nascimento

Pode ser cidadão britânico quem nasceu no Reino Unido até 31 de dezembro de 1982. Após essa data, se tornam cidadãos aqueles que nasceram na região e um dos pais já possuem residência definitiva, como britânicos e/ou europeus.

Outra possibilidade é nascer no Reino Unido e morar por 10 anos consecutivos no local, não podendo abandonar a região por mais de 3 meses consecutivos. Por fim, também são considerado cidadão aqueles que nascem fora da nação, mas ao menos um de seus pais tem residência permanente ou é cidadão britânico na data do nascimento, desde que seja a primeira geração nascida fora do Reino Unido.

Cidadania Britânica por Residência

Esta maneira só é válida para aqueles que viverem no país por pelo menos 5 anos.

Cidadania Britânica por Casamento

O casamento também é uma maneira viável de obtenção da cidadania britânica. Antes, o casal precisava ter vivido no país nos últimos 3 anos, após 9 de julho de 2012, é necessário que tenha residido por mais de 5 anos. 

Ainda existe a possibilidade de casar-se com um cidadão europeu, mas este precisa residir no Reino Unido por no mínimo 6 meses.

O que é preciso para ter cidadania britânica?

Para obtenção da cidadania britânica, é necessário se encaixar em uma das modalidades acima e cumprir os seguintes requisitos:

  • Ser maior de 18 anos;
  • Não possuir nenhum antecedente criminal;
  • Conhecimentos avançados de inglês, uma vez que será necessário aprovação em um teste de idioma;
  • Ser aprovado no teste “Life in the UK”.

“Life in the UK”

Esse teste é um questionário de 24 perguntas sobre as leis e sobre a vida no Reino Unido. Para a realização do teste, é recomendável realizar a leitura do seguinte livro: Life in the United Kingdom: a Guide for New Residents.

O valor do teste é de 50 libras e pessoas com mais de 65 anos ou menores de 18 são dispensados do exame. A aprovação só é concedida para aqueles que acertarem mais de 75% das questões.

Como obter a cidadania britânica?

Além de seguir todos os passos indicados acima, é necessário primeiro aplicar residência definitiva e após um ano fazer a solicitação de dupla cidadania.

Os passos para isso são os seguintes:

  • Entrar no site do governo;
  • Preencher o formulário;
  • Assinatura da documentação pelo requerente e por um consignatário;
  • Reunir todos os documentos pessoais para envio;

Vale destacar, no entanto, que neste último passo é necessário realizar a tradução juramentada dos documentos, serviço que tem como finalidade tornar o documento estrangeiro válido em outro país.

Neste passo, a Fast Translation poderá ajudar você oferecendo serviços de tradução realizados por tradutores com mais de 30 anos de experiência, a empresa é especialista no assunto e garante o melhor custo-benefício.

Para saber mais ou tirar possíveis dúvidas, entre em contato agora mesmo com um de nossos consultores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *